terça-feira, 19 de julho de 2011

- Quem sou eu



I
Imagem:maricalman.blogspot.com

Quem sou eu?
Ajude-me a responder!

Um amigo que conforta.
Eu sou a sensibilidade à flor da pele,
Eu sou tudo e sou nada,
Eu sou o que você olha e não enxerga.
Eu sou como toda a gente:
Eu sou da espécie Homo Sapiens,
Eu sou um ser vivente.
Sou como as ondas do mar,
Ninguém talvez alguém.
Eu sou a paixão, o ódio, a loucura e a sensatez,
O mocinho e o bandido,
Bom sem deixar de ser mau,
Diferente mais normal,
Sensível e duro, rude e educado,
Sensato e louco, calmo e estressado,
Inteligente e tolo,
Seco e carinhoso, o certo e errado,
Um simples peregrino da vida
Não o mais indicado
Pra falar de mim mesmo.
Sou tudo o que você quer e ainda não sonhou.

As pessoas costumam se perguntar: quem eu sou ?
E a resposta é:
Sei lá! Sei lá! Eu sei lá bem.
"Mas, se eu lhe disser quem sou,
Você pode não gostar de quem sou,
E isso é tudo o que tenho".
                                                                (John Powell)

Sou pessoa de dentro pra fora,
Sou alguém que ama, perdoa, sorri e chora,
Tentando me tornar um autor da própria história.
*"Não sei perder minha vida,
Não sei qual a minha culpa, mas, peço perdão".
Realmente sou eu mesmo…
Uma pessoa que luta pelos ideais,
Eu sou tantas coisas...
E ao mesmo tempo eu não consigo me explicar.

Sou sonho…




*Homenagem a Clarice Lispector










2 comentários:

  1. Totonio, você é muito mais que isso. Você é uma grande alma. Parabéns pelo homem formidável que é. Beijos,
    Miúcha

    ResponderExcluir
  2. Antônio Fábio (Totônio)20 de julho de 2011 08:24

    Obrigado Miúcha
    por suas palavras sempre confortantes que nos anima a perceverar.

    Um abração
    do amigo Totônio

    ResponderExcluir